HOME PAGE

A MEMÓRIA DA MÚSICA POPULAR

DISCOS DE SUCESSOS

DISCOS RAROS

FALE CONOSCO

ARMANDO BELARDI 

PUBLICAÇÕES NA IMPRENSA

 

DISCOMENTANDO - Jornal do Dia - 05/06/59

"SOB A REGÊNCIA DE ARMANDO BELARDI

Brindando o público discófilo brasileiro com as obras clássicas mais apreciadas, a Chantecler editou o primeiro long-play do gênero, gravado no Brasil, com orquestra regida por Armando Belardi. E o resultado aí temos: um magnífico lançamento e uma iniciativa que deve ser seguida também por outras gravadoras nacionais.

O microssulco inicia com uma grande obra de Antonio Carlos Gomes: "O Guarany". A instrumentação abrange 14 primeiros e segundos violinos (3 violas, 3 violoncelos, 3 contrabaixos, 3 flautas, 2 oboés, 2 clarinetes, 2 fagotes, 3 trompas, 2 trompetes, 3 trombones, tuba, harpa e percussão).

Na segunda faixa, a melodiosa produção de Bonaventura Somma, "Ave Maria", apresentada com acompanhamento de coro.

Logo a seguir, de Aram Khatchaturian, "Suite Masquerate".

De Brahms temos "Dança Húngara n. 5". Ele, Johannes Brahms, foi um dos maiores compositores germânicos de todos os tempos.

"Tristesse" é a seguinte melodia, do popular Chopin.

Na outra face da gravação temos a seguinte seleção: "Panis Angelicus", de César Franck - "Amico Fritz", de Pietro Mascagni - "Clair de Luna", de Claude Debussy - "Goyescas", de Enrique Granados - "Rèverie", de Roberto Schumann.

Esta gravação da etiqueta Chantecler, intitulada "Sob a Regência de Armando Belardi", merece os nossos sinceros aplausos."

 

 

 


 

DISCOMENTANDO - Jornal do Dia - 14/07/59

"Vasto e variado é o repertório internacional. As mais famosas etiquetas não poupam esforços no sentido de apresentarem as óperas mais consagradas ao grande público, que sempre acata festivamente tão magníficas iniciativas. O gênero lírico sempre tem um grande público. Não se compreende como uma das mais brilhantes óperas, composta por um genial compositor brasileiro, jamais tenha sido apresentada em discos. Dela são conhecidos trechos esparsos e bastante apreciados.

Para sanar essa falta, Gravações Chantecler resolveu gravar essa jóia musical de tão elevado quilate. Trata-se de O GUARANY, inspirada na famosa obra de José de Alencar e composta por Antonio Carlos Gomes. É, sem dúvida alguma, uma realização arrojada. Mas todos os obstáculos foram vencidos. O Teatro Municipal de São Paulo cedeu seu palco onde facilmente podem se locomover os inúmeros intérpretes e a orquestra, composta pelos melhores professores do país. A escolha do local é importante, pois essa consagrada casa de arte, oferecendo seu palco, ofereceu uma acústica que pode dar ao som, nobreza e amplitude. A direção musical esteve a cargo de Armando Belardi, maestro da Rádio Gazeta, um dos maiores nomes no cenário artístico nacional. A direção geral da gravação esteve a cargo de Diogo Mullero, diretor artístico da Chantecler, e responsável pela qualidade dos discos lançados.

Com todos os esforços conjugados, os obstáculos foram contornados e assim, não diremos o Brasil, mas o mundo, terá uma gravação perfeita da famosa ópera, gravada em alta fidelidade, para atender aos amantes da boa música, espalhados em toda a parte do globo.

Podemos afirmar com orgulho que será a etiqueta Chantecler quem vai oferecer essa obra altamente artística ao público discófilo. E ela será bem aceita, pois é, sem dúvida alguma, uma das obras mais comentadas e mais belas do vasto repertório lírico internacional. Agora, com a etiqueta Chantecler, será incorporada ao lado das mais consagradas e representativas, eternizadas no disco e carinhosamente tratada, tanto técnica como artísticamente.

O GUARANY

Ópera em 4 atos, de Antonio Carlos Gomes, inspirada no romance de mesmo título, de José de Alencar.

Personagens:

Peri, chefe da tribo Guarany: Manrico Patassini - Ceci, filha de D. Antonio de Maria: Niza de Castro Tank - Gonzales, aventureiro espanhol: Paulo Fortes - D. Antonio de Maria, fidalgo português: José Perrota - Cacique, chefe da tribo dos Aimorés: Juan Carlos Ortiz - D. Álvaro, aventureiro português: Paschoal Raymundo - Rui Bento, aventureiro espanhol: Roque Lotti - D. Alonso, aventureiro espanhol: Waldomiro Furlan.

Coro e Orquestra Sinfônica de São Paulo.

Regente: Armando Belardi.

Maestro de Côro: Oreste Sinatra."

 


 

DISCOMENTANDO - Jornal do Dia - 18/07/59

".....

SUCESSOS CHANTECLER

A Chantecler local anuncia os seus sucessos do momento: "Harpa Paraguaya em Hi-Fi", com Luis Bordón; "Veneno", com Wilson Miranda; "Sob a Regência de Armando Belardi"; "Sangue Azteca", com Del'Alba, e "Um Baile no Caçamba", com Santana e seu Regional."

 


 

DISCOMENTANDO - Jornal do Dia - 22/07/59

"O GUARANY

Este é o título do LP Chantecler que muito breve será lançado nesta praça. Conforme já tivemos o prazer de publicar o comentário sobre este lançamento, o LP conterá a obra completa, em 4 atos, de Antonio Carlos Gomes, inspirado na consagrada obra do mesmo nome, de José de Alencar, sob a direção musical do maestro Armando Belardi. Por mais este tento, cumprimentos à Chantecler. - CMG 5001. 

....."